Últimas News
terça-feira, 11 de setembro de 2018

Entrevista com ''Sheylla Gonçalves'', a voz brasileira da Marilyn em Chica Vampiro

Atriz, dubladora, diretora...e o que mais? Em Los Angeles  desde dezembro de 2010 quando decidiu arriscar tudo em busca do seu sonho, Sheylla Gonçalves a brasileira que dubla ''Marilyn'' em ''Chica Vampiro'' conversou com o TeleJuve com ''EXCLUSIVIDADE''.

Leia também....Brasileira Isabela Souza protagonizará Bia, a substituta de Sou Luna

Muito simpática durante todo nosso bate-papo, Sheylla Gonçalves nos contou um pouco da sua experiência como dubladora no exterior, falou dos seus novos projetos e das maiores dificuldades na sua carreira. A atriz também deixou algumas dicas para os que desejam ingressar no mundo da dublagem (ou da atuação), e um recado aos fãs brasileiros de Chica Vampiro. Então vamos lá?

Conte um pouco sobre você

Comecei a atuar com 5 anos de idade no Brasil, fiz vários comerciais, novelas, seriados, peças, e até com a Xuxa trabalhei como atriz mirim. Durante minha pré- adolescência comecei a estudar na escola do O Tablado(RJ), e assim entrei de vez nesse mundo do teatro. Sou natural do Rio de Janeiro mas me mudei para São Paulo aos 17 anos, onde fiz faculdade de artes cênicas. Até que em dezembro de 2010, decidi vir para Los Angeles. A princípio minha intenção era passar 6 meses para aprimorar meu inglês, e também estudar em uma escola de atuação, e acabou que as coisas começaram a acontecer, me chamaram  para participar de curtas de estudantes. E com o tempo, eu acabei também desenvolvendo outras habilidades nas áreas de produção e direção.


                                                           (Foto- Arquivo pessoal ''Sheylla Gonçalves'')
O que te motivou a seguir a carreira de dubladora/atriz? 

Eu sempre quis ser atriz, SEMPRE! Eu pedia muito para minha mãe me levar nas agências, gostava de brincar de atuação na infância. Eu ia para trás da televisão, e perguntava para minha mãe aonde estava a portinha, porque eu queria estar ali com aquelas pessoas. Agora, com a dublagem foi um pouquinho diferente, eu já estava nos Estados Unidos; e vi que tinha uma audição para dublador, sabia que não estava tão preparada em termos técnicos, mas eu sou atriz né! Então fui e dei o meu melhor, tentei  mostrar que a técnica eu pegaria bem rapidinho, e acabou que eles acreditaram bastante em mim, comecei a estudar mais sobre a técnica, e acabou que hoje eu sou apaixonada por dublagem, foi assim  meio que na cara de pau mesmo rs...

Qual a maior dificuldade enfrentada por você no início de sua carreira?

Para ser bem sincera, a dificuldade inicial acabou ficando nas costas da minha mãe, que via o meu desejo enorme, e me levava nas agências, nos testes. Para mim, tudo era diversão, um sonho se realizando. Acredito que a maior dificuldade quando se é criança, é ter alguém que acredite no seu sonho, no meu caso a minha mãe acreditou e me deu suporte. 


Como você descreve a experiência de dublar novelas no exterior? Conte um pouquinho... 

Eu não tive experiência de dublar no Brasil, na realidade fiz uma vez uma sonorização para a série “A Justiceira” na Globo, mas fora isso a minha  experiência é mais aqui. Todas as novelas que eu dublo vão para África, elas são dubladas do Espanhol para o Português, o Chica Vampiro é o primeiro projeto que vai pro Brasil, o que me deixou muito feliz, porque o Brasil é o meu país, minha pátria. Eu estou muito feliz que os brasileiros  possam ter acesso ao meu trabalho. A experiência é incrível, eu adoro. Hoje em dia eu também trabalho como diretora de dublagem, eu já dirigi três novelas. Então a experiência é incrível, porque eu sou apaixonada porque me faz crescer como atriz também. 

Mesmo se tratando de uma antagonista. Se você tivesse que apontar algo em comum entre você e sua personagem(Marilyn), o que seria? 

Apesar de ser uma vilã, eu tenho muita coisa da Marilyn; Ela  tem essa figura muito forte da mãe e vem de uma família pequena, minha família sempre foi muito pequena também, somente eu, minha mãe e minha vó. A Marilyn é artista, ela tem esse sonho, embora ela diga só querer a fama, ela sempre tende pelo lado artístico. Eu sou completamente artística. Tento inserir arte em tudo que eu faço. Ela também luta pelo que ela quer com muita garra, apesar de muitas vezes o estimulo dela ser errado, e os caminhos meio “tortos”  eu admiro  muito da garra que ela tem para lutar por alguma coisa.


A respeito da repercussão de ''Chica Vampiro'' no exterior. O que pode nos contar?

O que eu sei, é que a novela foi gravada há uns anos atrás, e não é um projeto tão recente. Teve bastante repercussão em Portugal, França, Espanha, e agora no Brasil.

''Eu não sei muito o que vai acontecer, não sei se a novela vai para África também, sei que agora tá passando no Brasil, e que acredito que vá  ter uma tour na Espanha  com parte do elenco, pelo menos foi o que a  Lore comentou comigo e ela também está divulgando nas suas redes sociais, mas eu não sei muito.'' nos revelou Sheylla durante nossa conversa...

Quais dicas você daria para quem tem o sonho de ser dublador(a) ou ator?

Se você tem um sonho vai atrás dele, luta com muita força, não deixe que ninguém te convença que o seu sonho é grande demais ou impossível. Eu nunca imaginei que estaria nos Estados Unidos, em ''Hollywood'', em Los Angeles dublando novelas, e agora fazendo um projeto Disney/Nickelodeon, como uma das protagonistas. É um sonho realizado. Portanto, sonhe, lute, tenha foco e principalmente, estude muito. Nunca ache que você já sabe tudo, tenha a humildade de ouvir, veja  o trabalho do outro, porque a gente aprende muito observando. 

''Há dois anos atrás, foi a  primeira vez que teve audição para dublar o ''Chica Vampiro'', eu queria muito fazer audição para  a voz da Marilyn, e acabou que o projeto não rolou  naquela época, nesse meio tempo, eu continuei estudando, me preparando caso tivesse outra audição.” contou Sheylla durante nosso bate-papo....

                                                 (Fotos- Arquivo pessoal ''Sheylla Gonçalves'')
Curta Metragem Cinzas e indicação ao Society of Voice Arts and Sciences (SOVAS)

Em relação a outros projetos, Sheylla  nos revelou que teve a honra em ser convidada a participar como assistente de direção do curta Cinzas (em pós-produção), na estréia do ator Edson Celulari como diretor. As gravações foram feitas no deserto da Califórnia. Além disso, a atriz  também nos contou como foi a sua indicação em 2017 ao prêmio ''SOVAS', considerado o ''Oscar da voz'' nos Estados Unidos. A atriz foi indicada como diretora de Elenco da versão em espanhol da Turma da Mônica. Sheylla foi a primeira Brasileira a ser indicada no SOVAS.


Algumas fotos do arquivo pessoal da atriz. Ao lado da atriz Lore Garcia (que interpreta Marilyn) e também o engenheiro de som Alberto Menezes. E também ao lado do ator Edson Celulari durante as gravações do curta Cinzas. Confiram:


                                                (Fotos- Arquivo pessoal ''Sheylla Gonçalves'')
 E para finalizar qual mensagem gostaria de deixar para os fãs brasileiros de ''Chica Vampiro''?

Deixo o meu beijo enorme e espero que estejam se divertindo muito, porque cada pedacinho dessa novela é feito com muito amor, com muito carinho, é um trabalho muito dedicado. Essa novelinha é “Super Wowwwwww” Byeeeee! 

Curta nossa página no FACEBOOK.
Inscreva-Se em nosso canal do YOUTUBE.
Nos siga no TWITTER.
  • Blogger Comments
  • Facebook Comments

0 comentários:

Postar um comentário

Item Reviewed: Entrevista com ''Sheylla Gonçalves'', a voz brasileira da Marilyn em Chica Vampiro Rating: 5 Reviewed By: Matheus Benetti
... conteúdo ...